Excesso de tecnologia pode causar atraso no desenvolvimento motor

O6X2TT0.jpg
Imagem: Freepik.

De acordo com a pediatra e homeopata Márcia Varejão, um número cada vez maior de crianças com algum distúrbio de ansiedade ou atenção – ou, ainda, algum atraso no desenvolvimento motor – frequenta consultórios médicos, e uma das causas para esse aumento pode ser a tecnologia sempre ao alcance dos pequenos. “Algumas crianças vêm até nós com a atenção tão dirigida ao eletrônico que apresentam atraso no desenvolvimento tanto da fala, quanto motor grosso, ou seja, são crianças que não correm, não exploram o ambiente e não se comunicam. A criança com livre acesso aos aparelhos eletrônicos fica o tempo todo alerta e, muitas vezes, competindo (em jogos, por exemplo), o que gera uma situação contínua de ansiedade e pode inclusive comprometer o sono”, comenta. Grande parte delas está bastante familiarizada com os aparelhos tecnológicos e não consegue realizar tarefas simples. A pesquisa Digital Diares, realizada em 2014 com mães de todo o mundo, mostrou que 66% das crianças entre 3 e 5 anos conseguem operar jogos de computador e 47% sabem usar um smartphone, porém somente 14% são capazes de amarrar os cadarços. Assim, sintomas como ansiedade, irritabilidade e baixo desenvolvimento devem ser investigados.

Por Marisa Sei

 

BANNER ESCOLAS DO BEM - APP