Autismo: conheça suas manifestações e sintomas

56136250_20.jpg
Imagem: StockImage.

Para melhor compreender o autismo, é preciso entender os determinantes genéticos e ambientais, seu desenvolvimento, as ideias recebidas que continuam a circundá-lo, como reconhecer suas múltiplas facetas e as melhores estratégias de avaliação e de intervenção que podem ser implantadas.

O autismo aparece desde o primeiro ano de vida com as primeiras manifestações sutis e variáveis que se transformam em sintomas claros por volta dos 2 ou 3 anos de idade e, às vezes, bem mais tarde. As crianças pequenas autistas diferem de seus pares nos seguintes aspectos:

  • Interações sociais: são menos propensas a tomar iniciativa e responder às interações sociais, têm um contato visual limitado e incoerente, apresentam falta de compartilhamento de emoção e de imitação, não respondem quando são chamadas por seu nome.

  • Comunicação: são menos propensas a utilizar gestos de comunicação e têm dificuldade em repartir atenção.

  • Comportamento sensorial e motor: formas insólitas de olhar ou brincar com os objetos, interesse intenso e pouco usual por alguns objetos ou partes de objetos, ou ainda sensibilidades ou preferências sensoriais não usuais.

Outras manifestações, como atrasos no desenvolvimento, também são frequentes, mas elas podem se referir igualmente a riscos ligados a outros distúrbios do desenvolvimento.  Os pais e intervenientes deveriam estar bem informados sobre os primeiros sinais do autismo, para que as crianças possam ser tratadas mais cedo e, dessa forma, ter uma evolução mais positiva.

 

Fonte: Enciclopédia sobre o Desenvolvimento na Primeira Infância.

BANNER ESCOLAS DO BEM - APP