Cinco habilidades socioemocionais para trabalhar com os pequenos

56136231_20.jpg
Imagem: StockImage.

A inclusão das habilidades socioemocionais na Base Nacional Comum Curricular apresenta aos educadores desafios para os próximos anos, já que as escolas precisam de se adaptar a essa nova realidade. O médico psiquiatra, Celso Lopes de Souza, destaca os 5 domínios que mais precisam ser desenvolvidos em habilidades socioemocionais para estudantes da Educação Básica. Veja a seguir:

 

Autoconhecimento

Saber reconhecer emoções, relacionando-as com os pensamentos que as geram e entendendo como tudo isso influencia o comportamento, permite que cada um entenda melhor as próprias limitações e conheça suas fortalezas, o que aumenta a confiança, o otimismo e a autoestima.

 

Autocontrole

Emoções e pensamentos podem ser regulados, controlados, contidos, dominados, compreendidos. Isso faz com que as atitudes sejam menos impulsivas e mais adequadas para atingir objetivos predeterminados, tanto pessoais, quanto acadêmicos.

 

Empatia

Assumir a perspectiva do outro, sobretudo quando estamos diante de valores diferentes dos nossos, é fundamental para viver em um mundo cada vez mais marcado pela diversidade cultural. Criar empatia é criar elos, criar laços, criar pontes com as pessoas, aprendendo a se colocar no lugar do outro.

 

Habilidades sociais

Para estabelecer e manter relacionamentos saudáveis, é necessário saber falar e saber ouvir. Comunicação clara, escuta ativa, cooperação, capacidade de resistir à pressão, de negociar conflitos, de buscar e oferecer ajuda, tudo isso é essencial na vida em sociedade.

 

Decisões responsáveis

Fazer escolhas construtivas, coerentes com nossas crenças e comprometidas com padrões éticos, é fundamental para o bem-estar do indivíduo e para a comunidade. Para tal, é necessário conhecer normas sociais, avaliar de maneira realista as consequências de nossas ações e ter constante preocupação com a segurança.

 

BANNER ESCOLAS DO BEM - APP