Crianças autoconfiantes têm mais chances de se tornarem adultos bem sucedidos

 

auto3
Foto: AdobePhoto.

É comum que pais e responsáveis façam todo o possível para que a criança se torne um adulto bem sucedido: escolher a melhor escola, matricular em cursos extracurriculares e esportes, cobrar boas notas.

Mas, além disso, existe um hábito simples que pode fazer toda a diferença no desenvolvimento dos pequenos: a escolha das palavras em casa, isto é, a forma de incentivar.

“A palavra é de extrema importância no incentivo, sabendo que a criança se compromete com aquilo que ela ouve. O desenvolvimento vai ser baseado no que ela escuta que pode fazer ou que não pode”, destaca o pedagogo Dan Barros.

Negativas ou positivas, as palavras usadas em casa interferem diretamente na autoestima da criança. Por exemplo: se ela tem vontade de tocar um instrumento musical, mas demora a aprender, o incentivo dos adultos vai fazer a diferença nas novas tentativas e até no sucesso da tarefa. Ao receber palavras positivas, a criança desenvolve autoconfiança e, ao acreditar que pode fazer algo, o trabalho se torna mais prazeroso e até mais fácil.

Acreditar em si mesmo é um processo

“Autoestima nada mais é que a confiança em si mesmo. É construída ao longo dos anos e marcada já nas primeiras experiências de vida, pelo amor dos pais, pelo carinho da família, pela consideração das pessoas ao redor e também pelos feedbacks recebidos”, diz o escritor e neuropsicólogo Eduardo Shinyashiki.

E é essa confiança construída na infância que permite que a criança tenha mais facilidade para fazer amizades, estabelecer relações afetivas equilibradas, conquistar respeito no trabalho e acreditar em seus próprios objetivos e projetos, ou seja, tornar-se um adulto que saiba do que é capaz.


Benefício que perdura

Crianças autoconfiantes têm mais chances de se tornarem adultos bem sucedidos – por isso, cuidar da autoestima desde cedo pode render frutos no futuro. “No momento em que o indivíduo se valoriza, reconhecendo as suas próprias qualidades, os outros passam a admirá-lo. Os líderes nas empresas e organizações sabem disso: a valorização ao profissional é um fator essencial, indispensável no ambiente de trabalho e nos relacionamentos interpessoais e de equipe”, destaca Shinyashiki.

 

BANNER ESCOLAS DO BEM - APP

 

2 thoughts on “Crianças autoconfiantes têm mais chances de se tornarem adultos bem sucedidos

  1. Another brilliant piece. Thank you.I read some time ago the alternative that you proposed and I’ve got to say that I didn’t quite see its wonders. I’d love to read more on the subject of plausible alternatives.Again, thanks for your fabulous contributions to the world of human thclnht.mnuezwww.mguez.buogspot.oom

    Curtir

  2. Bell’articolo. Anch’io ho letto il gene egoista di Dawkins e anch’io mo’ interesso di memetica, peró sono arrivato ad un punto morto: non riesco più a trovare nulla. Mi piacerebbe trovare articoli e notizie legate prevalentemente alla parte puramente matematica della memetica. Tu conosci testi utili?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s