Realizar o Teste do Pezinho no período correto é essencial para o futuro dos bebês

teste-do-pezinho
Foto: Divulgação.

A Unisert (União Nacional dos Serviços de Referência em Triagem Neonatal) e a APAE de São Paulo idealizaram a campanha Junho Lilás para destacar a relevância do Teste do Pezinho: um exame rápido, gratuito e obrigatório por lei, que detecta doenças antes de os sintomas aparecerem.

Realizado a partir da coleta de gotinhas de sangue do calcanhar do recém-nascido, o exame é fundamental na prevenção da Deficiência Intelectual e na melhoria da qualidade de vida das crianças. “Para que a prevenção seja possível, o exame deve ser realizado após as primeiras 48 horas do nascimento e até o 5º dia de vida do bebê”, afirma Sônia Hadachi, supervisora do Laboratório do Serviço de Triagem Neonatal da APAE de São Paulo.

Com a campanha Junho Lilás, a Unisert e a APAE de São Paulo buscam conscientizar a sociedade de que o Teste do Pezinho é o primeiro passo para definir o futuro do bebê. “Queremos chamar a atenção de futuros pais e profissionais da Saúde de que o exame, além de determinante, é um direito de toda criança”, declara Aracélia Lúcia Costa, superintendente-executiva da APAE de São Paulo.

Quais são os tipos de testes?

Obrigatório e gratuito em todo o território nacional desde 1992, o exame básico atualmente possui quatro tipos de testes:

– Teste do Pezinho Básico: é obrigatório e gratuito em todo o país. Identifica, no Estado de São Paulo, as seguintes doenças: Fenilcetonúria, Hipotireoidismo Congênito, Fibrose Cística, Anemia Falciforme e demais Hemoglobinopatias, Hiperplasia Adrenal Congênita e Deficiência de Biotinidase.

– Teste do Pezinho MAIS: além do que se detecta no teste Básico, inclui mais quatro diagnósticos: Deficiência de G-6-PD, Galactosemia, Leucinose e Toxoplasmose Congênita.

– Teste do Pezinho SUPER: é o único a triar 48 doenças e um dos mais completos testes de Triagem Neonatal existentes no mundo. Ele inclui em seu painel, além das dez doenças identificadas nos Testes do Pezinho Básico e MAIS, outros 38 diagnósticos realizados por meio da avançada tecnologia de Espectrometria de Massas em Tandem – MS/MS.

– Teste do Pezinho para SCID e AGAMA: detecta um grupo de doenças genéticas graves nas quais não há produção de células de defesa T e/ou B nem de anticorpos protetores. O teste pode ser realizado associado a qualquer dos testes acima ou a critério médico.


Fonte: APAE SP.

 

810x400 instituto infancia-app3