Uso de esmaltes aumenta risco de alergias em crianças

Manicure process shot
Foto: Freepik.

Para os dermatologistas, as idas á manicure e as pinturas nas unhas não devem se tornar um hábito na infância como acontece na vida adulta.

Os únicos itens necessários para cuidar das unhas das crianças são um cortador, que deve ser exclusivo e sempre higienizado, e uma lixa descartável, para evitar contaminações. Já o uso de esmalte deve ser adiado para a adolescência.

“O esmalte é alergênico, mas a alergia não surge na primeira vez em que se usa, demora certo tempo para aparecer. É uma dermatite de contato alérgica, e quanto mais cedo começar a usar, maior a chance de desenvolver esse problema”, informa a pediatra Cláudia Márcia Resende Silva.

Para agradar as pequenas, existem esmaltes com fórmulas que não agridem a pele e que saem com água e sabão.

 

810x400 instituto infancia-app3