Como tratar a gastrite sem prejudicar o bebê

Pregnant women belly
Foto: Canstockphotos

Caracterizada pelo aumento da acidez do estômago, a gastrite pode ser desencadeada por estresse e aparecer também na gravidez.

Quanto mais cedo o diagnóstico for feito, mais rápido é o tratamento, por isso, é importante ficar atenta a sinais como perda de apetite, náuseas e vômitos, associados a dor e queimação no estômago.

“Na gestação, a gastrite pode ocorrer por causa das mudanças hormonais e do crescimento do útero, que pressiona o estômago, ocasionando o retorno do conteúdo gástrico para o esôfago”, explica o médico Sérgio Barrichello.

Para tratar com segurança, o médico pode prescrever medicamentos para diminuir a secreção do ácido produzido pelo estômago e indicar alterações no cardápio da gestante.

Mas é fundamental evitar ingerir qualquer remédio sem prescrição médica, até mesmo os antiácidos de costume.

 

 

810x400 instituto infancia-app3