Especialista explica como conciliar a gravidez e o trabalho

A imagem das mulheres como sexo frágil já está desaparecendo na cultura brasileira. Elas estão priorizando cada vez mais o trabalho e a carreira, e segundo dados divulgados pelo IBGE em 2010, 37,3% das famílias brasileiras, que somam mais de 50 milhões, tinham a mulher como responsável pelo lar. A expectativa de vida delas, que na década de 1980 era de até 65 anos, também aumentou para 78 anos em 2013.

Esses dados refletem diretamente na opção por uma vida profissional consolidada e terem filhos mais tarde. No ano 2000, 69,2% das mulheres tinham filhos entre 25 e 29 anos e dez anos depois esse número caiu para 60,1%. A Headhunter e Executive Coach Luciana Tegon diz que a gravidez é uma idealização da maioria das mulheres e se este for o desejo dela, a melhor maneira de lidar com a escolha e a carreira é planejar e ser sempre transparente. “Quando uma profissional pensa em ter filho no auge de sua carreira é preciso fazer um planejamento e ser o mais transparente possível com a empresa e equipe que ela trabalha. Isso porque a gestação exige cuidados e a ausência é inevitável, por conta dos exames de pré-natal e possíveis indisposições. Caso seja algo inesperado, faça seu planejamento nos primeiros 3 meses e depois comunique a todos, para alinhar o trabalho”, revela.

Mostrar que a gravidez não é um problema para a performance da profissional e dos resultados da empresa mantém os bons olhos dos cargos de chefia, e após o período de licença maternidade, as chances de demissão diminuem. “Há chefes e diretores que avaliam a profissional durante toda a gestação e após o retorno da licença maternidade. Caso o rendimento no trabalho caia, a chance de demissão é grande. Porém, se ela não encarar a gravidez como um empecilho, os bons olhos continuam e a tornam uma pessoa muito bem vista e responsável. Obviamente imprevistos acontecem, mas quando se é transparente, todos entendem e essas situações não atrapalham os resultados”, complementa a especialista.

Fonte: Luciana Tegon, Executive & Positive Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s