Lavar as mãos: uma prática simples que previne infecções

Simples e fácil de ser mantido, o hábito de higienizar as mãos pode prevenir a propagação de diversas infecções. As mãos são a principal via de transmissão de micro-organismos porque são a parte do corpo que mais têm contato com quaisquer objetos do dia a dia. Segundo a pediatra Ericka Cavalheiro, as infecções tendem a ser mais frequentes entre as crianças. Um dos motivos é a facilidade que bactérias e vírus têm de se proliferar em ambientes com muitas pessoas juntas, como creches e escolas. “Também pelo hábito de as crianças levarem objetos e alimentos às vezes não higienizados à boca ou até mesmo passar a mão no chão e depois colocá-la na boca”, acrescenta. Essas doenças podem afetar o sistema respiratório, causar problemas digestivos como diarreia e vômito, coceiras na pele, entre outros sintomas.

Incentivo em casa

Usar a diversão, aliás, é uma das melhores formas para fazer a criança aprender o hábito e entender a importância dele. “Podem ser propostos joguinhos que envolvam a lavagem das mãos; músicas instruindo e orientando como fazer; explicações para higienizar sempre as mãos após o uso do banheiro, de brincar com animais e orientar a sempre lavar as frutas antes da ingestão”, indica a pediatra. E, como as crianças menores tendem a imitar os hábitos dos adultos, nada melhor do que dar o exemplo: uma dica é lavar as mãos junto com as crianças antes das refeições.

Veja algumas recomendações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária):

 – Lave as mãos sempre que elas estiverem visivelmente sujas; antes de comer ou cozinhar; depois de usar o banheiro, pegar em dinheiro, mexer em animais e usar transporte público; sempre que for pegar em bebês, já que o sistema imunológico deles ainda está em formação.

 – Aplique na palma da mão quantidade suficiente de sabonete para cobrir toda a superfície. Ensaboe as palmas das mãos, friccionando-as entre si. Esfregue entre os dedos, os punhos, o dorso das mãos e embaixo das unhas (friccionando as pontas dos dedos na palma). Enxágue em água corrente.

 – Em banheiros públicos, se for necessário pôr as mãos na torneira para fechá-la, utilize o papel-toalha descartável para secar as mãos e para fechar a torneira.

Fonte: Ericka Cavalheiro, pediatra.

 

810x400 instituto infancia-app3