A importância da alimentação saudável durante a gravidez

Durante a gestação o cuidado com a saúde deve ser redobrado. É importante aumentar a ingestão de determinados nutrientes, como proteínas, vitaminas e ferro. “Uma alimentação variada e equilibrada é fundamental tanto para si como para o seu bebê. ” afirma a endocrinologista Karla Gomes.

Veja quatro dicas da Dra. Karla Gomer para melhorar a alimentação da mãe e do bebê:

1- Coma um pouco mais…mas não por dois!
O mais importante é antes de comer mais, comer melhor, para garantir que tanto o seu corpo como o do seu bebê recebem todos os nutrientes que necessitam.Para satisfazer as suas necessidades nutricionais adicionais, não deve simplesmente aumentar a quantidade de comida às refeições. Corre o risco de ter uma indigestão!

Opte por fazer mais um ou dois snacks equilibrados por dia. Por exemplo: 1 copo de leite ou 1 iogurte natural ou 100 g queijo fresco + 1 maçã ou 1 fruta fresca cortada aos pedacinhos.

2- Faça uma alimentação variada
Adote a regra de comer “5 porções de fruta e vegetais por dia”,

3- Cuidado com os alimentos hipercalóricos e nutricionalmente pobres!
Para garantir que não ganha alguns quilos indesejados, deve evitar consumir alimentos ricos em gordura ou açucarados (por ex. bolos e doces) sempre que possível, pois fornecem muitos calorias mas poucos nutrientes essenciais, e por isso de pouco valor nutricional para si e para o seu bebê.

Evite o petiscar a qualquer hora! Com três refeições equilibradas e um ou dois lanches por dia. Evite também cair na tentação de fazer escolhas desequilibradas no café, pastelaria ou nas máquinas de guloseimas.

4- Muita água e muita fibra!

Uma boa hidratação durante a gravidez é fundamental para atingir as suas próprias necessidades, mas também as do seu futuro bebê. Além disso, uma boa hidratação associada ao consumo de fibra (que se encontram nas frutas e vegetais, cereais, amidos integrais como massa, arroz, etc.) contribui para um bom trânsito intestinal.

Na gravidez é recomendado a ingestão de pelo menos 2,5 litros de água por dia. Prefira água a qualquer outro líquido, especialmente bebidas açucaradas. Limite o consumo de bebidas estimulantes, como o café ou chá.

Como aumentar a fibra? Recorra a alimentos como ameixas secas, cereais integrais, pão integral, amêndoas, frutas secas, etc. bem como os vegetais verdes cozidos (mais fáceis de digerir do que em cru).

 

Fonte: Dra. Karla Gomes, endocrinologista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s