Oito dicas para estimular a autonomia das crianças

Batalhar pela autonomia do filho nem sempre é fácil para os pais. Contudo, é importante ter em mente que incentivar a independência da criança fará com que ela se torne um adulto mais confiante e com autoestima elevada.

Para ajudar nessa tarefa, selecionamos 8 dicas de especialistas para te ajudar nesse complexo processo na vida as crianças.

1) Comece cedo: O estímulo deve ser iniciado logo nos primeiros meses de vida. Há um consenso entre os especialistas de que a partir dos 18 meses a criança já tem capacidade emocional para iniciar o processo de desenvolvimento de sua autonomia.

2) Estabeleça rotinas: Ter hora certa para comer, fazer tarefas e brincar ajuda a criança a sentir-se segura para executar os afazeres por conta própria. No decorrer do tempo, ela se apropria dessa rotina e passa a fazer aquilo sozinha.

3) Deixe a criança participar: Permita que seu filho seja responsável por pequenas tarefas em seu dia a dia, desde que compatíveis com sua idade. Estimule-o a vestir-se, tomar banho e comer sozinho, arrumar a própria cama, guardar os brinquedos etc.

4) Determine o nível de autonomia de seu filho: Quando é a criança é muito pequena e ainda não tem discernimento para tomar decisões sozinha, o ideal é que ela faça escolhas dentro de um cenário controlado pré-estabelecido pelos pais. “Por exemplo, deixe que ela decida se quer dormir com o ursinho ou com o leãozinho. Passada essa etapa, em que os pais direcionaram as escolhas, eles podem perguntar de forma mais abrangente: qual bichinho você quer dormir?”, exemplifica a terapeuta infantil Denise Dias.

5) Respeite os limites da criança: Os pais não devem atribuir responsabilidades aos filhos que não sejam compatíveis com a idade deles. Isso pode colocá-los em risco ou gerar uma frustração maior do que podem lidar.

6) Dê espaço para a criança brincar: Nada de encaixar as peças do quebra-cabeça recém-adquirido para dar uma forcinha ao seu filho. Deixe que ele olhe, analise e tente montá-lo por conta própria. Oriente quando necessário e vibre a cada conquista. “A criança deve ser sempre incentivada, mesmo que não consiga realizar algo, pois assim buscará sempre o seu melhor”, destaca a psicopedagoga Vanessa.

7) Ofereça modelos inspiradores: À noite, conte histórias cujos personagens demonstrem autonomia e segurança em suas ações. Crianças tendem a imitar modelos, por isso, sempre ofereça boas inspirações aos pequenos.

8) Destaque as consequências dos atos: Assim que a criança já começa a fazer suas primeiras escolhas, é importante que os pais ressaltem que cada decisão carrega consigo uma consequência. Isso fará com o que os pequenos adquiram, aos poucos, responsabilidade e maturidade.

 

Fontes
Vanessa Guilherme Rodrigues é Psicopedagoga
Denise Dias é Terapeuta Infantil

 

rota uniformes

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s