Diagnóstico precoce ajuda no tratamento de queda de cabelo em crianças

Fios de cabelo caindo são mais comuns após uma certa idade, mas podem aparecer na infância também, e uma das causas mais frequentes é o déficit nutricional, em especial a anemia, quando os fios caem de forma difusa, além de ficarem mais finos e opacos. Alterações hormonais, uso de medicamentos, infecção fúngica e doenças autoimunes são outros fatores que podem provocar o problema, chamado de alopecia.

No caso da infecção fúngica, a queda é localizada e acontece, principalmente, em crianças com idade escolar. “Esse tipo de alopecia se dá por meio da contaminação por fungos, que podem estar presentes no solo, em pelos de animais ou em pessoas contaminadas”, diz a dermatologista pediátrica Maria Bandeira Seize.

Assim como nos adultos, o tratamento da alopecia na infância varia de acordo com a causa – por isso, a importância do diagnóstico precoce. Se a causa for a anemia, por exemplo, o tratamento é feito com reposição de ferro; já a infecção fúngica deve ser tratada com medicação antifúngica. “Ao menor sinal de queda de cabelo, os pacientes de qualquer faixa etária devem procurar um profissional para o diagnóstico e tratamento adequados”, avisa a dermatologista.

Fonte: Maria Bandeira Seize, dermatologista pediátrica.

 

810x400 instituto infancia-app3