10 brincadeiras para fazer com os filhos sem gastar nada

Você sabia que a palavra brincar vem do latim vinculum e significa laço, prender, seduzir, encantar? As brincadeiras são a forma que as crianças têm de explorar e compreender o mundo que as cerca. Quando nós, adultos, brincamos com as crianças, não apenas estimulamos o seu desenvolvimento físico, cognitivo, emocional e social, como conseguimos estreitar o vínculo com elas.

As brincadeiras são fundamentais. No entanto, é bastante comum ver pais e mães colocando o tempo de brincar com os filhos no final da lista das prioridades do dia. E quando conseguem um tempinho para ficar com as crianças, estão tão cansados que nem dá para aproveitar.

Para a publicitária Patrícia Marinho, autora do livro Tempo Junto – 100 brincadeiras incríveis para fazer com seus filhos em qualquer lugar, brincar é algo que se aprende. “Um dos meus objetivos com o projeto é justamente mostrar para pais e mães que brincar com os filhos pode ser mais fácil do que eles imaginam se tiverem informação sobre brincar e se souberem usar o tempo disponível, mesmo que seja pouco, para se divertir com os filhos”, comenta.

Vamos brincar? A autora sugere 10 exemplos de como interagir com as crianças. Tudo fácil de fazer e com materiais simples de encontrar. Afinal, brincar é diferente de ter brinquedo. Veja algumas dicas:

Em casa
Você pode transformar um corredor numa incrível armadilha de raio laser de papel crepom. Basta cortar o papel crepom em tiras e prender na parede com fita crepe formando uma teia. Depois é pedir para as crianças atravessarem sem tocar no papel.

Em casa com os amigos
Uma alternativa é cortar rolos de papel toalha ao meio, criando duas canaletas para cada rolo. Basta acrescentar uma bolinha pequena para ter o material necessário para fazer o jogo Passe a Bolinha.

No quintal
Se o tempo disponível acontece nesta área da casa, experimente pegar um pincel e um copo com água para fazer uma linda pintura com água na parede. As crianças adoram.

Na piscina
Você já brincou de túnel com as pernas? A brincadeira pode ser feita quando tem uma galerinha na piscina. Forme uma fila indiana com as crianças e todas devem ficar com as pernas abertas. A primeira criança da fila mergulha e deve passar por baixo das pernas das demais, até terminar o túnel. E então para no fim da fila e abre as pernas para a próxima criança passar.

No parque
Que tal brincar de “explorador de animais”? Você deve pedir às crianças para encontrar diferentes bichinhos pelo parque, como formiga, borboleta, joaninha, lagarta… Aproveite para falar sobre suas características (quantas patas tem, se tem antenas). Você pode ir preparado e levar uma lupa, binóculo ou mesmo deixar que fotografem o bichinho com o celular.

No engarrafamento
Uma sugestão divertida é brincar de “Encontre as Formas”, em que você e os filhos precisam olhar para o lado de fora e ver quem consegue encontrar algo em forma de círculo, quadrado, triângulo. Se as crianças forem pequenas, faça o mesmo com cores. Quem consegue encontrar algo amarelo?

No restaurante
Se você tiver lápis e papel por perto, pode tentar a brincadeira das Formas Curiosas. Você faz um desenho livre de formas interessantes, como uma ameba, e pede para a criança ver o que ela enxerga naquela forma. Sai de tudo! Não tem lápis e papel? Tudo o que você precisa para fazer uma guerra de polegares, por exemplo, são suas mãos.

Na viagem longa
Uma forma de entreter as crianças são as adivinhas e as piadas. As crianças adoram. E vocês podem fazer pesquisas na internet para ir com um repertório novo a cada viagem.

Na sala de espera
Que tal “brincar de sério”? A ordem é não rir. Uma pessoa olha para a outra, bem de pertinho. Perde quem rir primeiro. Vale fazer careta, cara de brava ou engraçada para provocar o adversário.

Só 10 minutinhos
Mesmo quando tudo o que você tem são esses raros minutos, pode aproveitar e fazer uma atividade gostosa, como uma Guerra de Cosquinha, que só acaba quando seu filho aperta o botão liga e desliga, que pode ser o seu nariz.

 

Fonte: Patrícia Marinho, publicitária e autora do blog www.tempojunto.com.

 

 

 

 

259.7_Institucional_EscolasDoBem_Post_810x400px

Anúncios