20 brincadeiras divertidas que você pode fazer com seu filho

O ato de brincar não deveria ser limitado ao mundo infantil. Já imaginou quão bom seria deixar de lado a rotina pesada e passar um tempinho soltando a imaginação, desprendendo a criatividade e priorizando o prazer da fantasia? “Nada melhor do que pais e educadores participarem das brincadeiras junto com as crianças. Desta forma, reforçam os vínculos afetivos e podem entrar no mundo delas, fazendo com que aprendam algo novo com muita facilidade”, explica a psicopedagoga Ester Chapiro.

Já esqueceu como se brinca? Para aguçar a sua memória, separamos 20 brincadeiras que você pode fazer com seu filho:

1) Brincadeiras ao ar livre – reconhecimento do espaço e do próprio corpo no espaço. Jogar bola, correr, pular obstáculos, rolar pneu, andar sobre uma linha determinada, em ziguezague etc;

2) Jogos manuais – bons para desenvolver a coordenação viso-motora. Brinquedos para empilhar, de preferência vazados para transpor; de encaixe, quebra-cabeças, boliche, Lego etc;

3) Jogos de atenção, concentração – jogo da memória, xadrez, jogos de tabuleiro;

4) Blocos lógicos – seu objetivo é auxiliar o raciocínio. Uma atividade importante facilitada por esse jogo é a classificação;

5) Escala de cuisenaire – excelente para desenvolver os conceitos matemáticos;

6) Fantoches, dedoches, livros de história – ajudam muito na linguagem e criatividade. Na escrita e socialização;

7) Batalha naval – é um jogo lógico e pode orientar, posteriormente na definição de gráficos;

8) Bingo, dominó – promovem o conhecimento numérico, quantidade, atenção, regras estabelecidas;

9) Brincadeiras com fantasias, dramatizações – estimulam a criatividade e a socialização;

10) Quem nunca brincou de cabana? Além de prazeroso estimula afetividade e a socialização;

11) Esconde-esconde – estimula a criatividade, sensibilidade e a sociabilidade;

12) Passa-anel – desenvolve a atenção e as perspicácia;

13) Pega-pega – esta brincadeira envolve muita atividade física;

14) Queimada – envolve velocidade, atenção, coordenação motora;

15) Pular elástico – é preciso seguir regras e cumprir etapas, com coordenação motora, atenção, superação;

16) Brincadeiras de roda – desenvolvem a musicalidade, promovem a dança, a dramatização, a mímica e a interação social;

17) Amarelinha – a criança aprende a sequência numérica, exercita o corpo pulando e se equilibrando e aprende a ganhar ou perder;

18) Pular corda – incentiva o convívio social, estimula a prática de atividades físicas e desenvolve a atenção;

19) Stop – a brincadeira de anotar vários itens com uma determinada letra em tempo recorde estimula a memória e ajuda na concentração;

20) Faz de conta – ajuda a criança a viver problemas ainda desconhecidos, além de mostrar como se colocar no lugar do outro.

 

Fonte: Ester Chapiro, psicopedagoga e diretora da Central de Professores.

 

 

259.7_Institucional_EscolasDoBem_Post_810x400px

Anúncios