Higienização das mãos é a medida mais simples na prevenção das infecções

A higienização das mãos (HM) é o procedimento mais simples e eficaz para evitar a transmissão de infecções. O ato de lavar as mãos é tão importante que a Organização Mundial da Saúde (OMS) escolheu 5 de maio como o Dia Mundial de Higienização das Mãos.

A campanha de HM é mais forte dentro das Instituições de Saúde. Dados da OMS apontam que infecções relacionadas à assistência à saúde afetam milhões de pacientes.

Nos países desenvolvidos, essas infecções representam de 5% a 10% das internações em hospitais. Já nos países em desenvolvimento, o risco é de duas a 20 vezes superior e a proporção de pacientes com esse tipo de infecção pode ultrapassar 25%.

“A OMS estabeleceu seis metas de segurança do paciente e a quinta meta é a prevenção de Infecção, sendo a higiene das mãos a medida mais simples e de maior impacto”, explica a médica infectologista, Dra. Marina Campelo Jabur.

Marina, que coordena o Serviço de Controle de Infecção de importantes hospitais de Sorocaba e região explica que apesar da campanha de HM ser mais forte dentro das Instituições de Saúde, ela deve se estender para toda a comunidade.

“As mãos constituem a principal via de transmissão de microrganismos. O ato de levar as mãos auxilia na prevenção de uma série de doenças, tais como gripes e resfriados, diarreias causadas por vírus ou bactérias, viroses em geral e doenças bacterianas”, afirma.

alcool-em-gel

Água e sabão ou álcool em gel?

A médica explica que ambos são eficazes na prevenção das infecções. “O álcool gel é prático, pois permite higienizar as mãos ao deslocar de um local a outro, mas quando há sujeira visível deve-se lavar as mãos com água e sabão”, conclui.

Essa é a orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) que indica o uso de água e sabão nos seguintes casos:

*        Quando as mãos estiverem visivelmente sujas ou contaminadas
*        Ao iniciar o turno de trabalho.
*        Após ir ao banheiro.
*        Antes e depois das refeições.
*        Antes de preparo de alimentos.
*        Antes de preparo e manipulação de medicamentos.

“Já o uso de álcool gel é indicado quando as mãos não estiverem visivelmente sujas e deve ser feito constantemente”, ressalta a especialista.

Fonte: Dra. Marina Campelo Jabur, médica infectologista.

Este conteúdo é compartilhado pelo Programa Escolas do Bem, do Instituto Noa.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s