Afta em crianças: como tratar?

Sabe aquelas feridas que surgem de repente e incomodam, trazendo dor e desconforto principalmente na hora das refeições? As famosas aftas são lesões arredondadas, com tonalidade amarelada ou vermelha. Elas podem surgir na mucosa bucal, gengivas e língua, aparecendo de forma isolada ou múltipla.

Muitas são as causas para o aparecimento dessas pequenas feridas: traumas, deficiências de ferro e vitaminas como B9 (ácido fólico), B6 e B12, histórico familiar, distúrbios gastro-intestinais, problemas hormonais, alimentação muito ácida e até mesmo estresses físicos ou emocionais podem estar relacionados ao quadro.

Segundo a dentista Rosane Menezes Faria, algumas doenças mais graves da cavidade oral podem se manifestar com lesões ulceradas muito semelhantes. Alguns tipos de câncer na cavidade em sua fase inicial, tem o aspecto de afta.

Também podem apresentar lesões semelhantes a aftas algumas doenças imunológicas como, por exemplo, o pênfigo vulgar.

Prevenção do problema

Para prevenir o problema, a causa deve ser identificada. Se, por exemplo, houver deficiência de vitamina ou alguma alteração gastrointestinais que justifique, o indivíduo deverá procurar um médico para corrigir.

Se o problema estiver ligado à acidez, alguns alimentos cítricos devem ser evitados como como abacaxi, kiwi, limão ou até mesmo tomate, pois eles podem desencadear o quadro de estomatite aftosa.

Tratamento

Tratamentos com pomadas e cremes possuem ação antibacteriana, antisséptica e anestésica, por isso aliviam a dor causada pelas aftas. Além desses recursos, há outras formas de tratar o local das aftas, tais como enxaguante bucal regular, gel anestésico e spray bucal.

Em diversas ocasiões, um ou mais destes tratamentos alternativos são recomendados como forma de complementar o uso das pomadas.

“O bicarbonato de sódio, que pode ser facilmente comprado em farmácias e alguns mercados, pode auxiliar no combate as aftas, pois é capaz de reduzir a acidez da saliva, diminuindo os riscos de ocorrência” explica a especialista.

No entanto, sua aplicação em exagero pode acabar agravando o problema. “Por isso, é necessário ter cuidado com a quantidade de bicarbonato se ele for usado nesse tratamento”, sugere a dentista.

Fonte: Rosane Menezes Faria, dentista da Odonto Empresas.

Este conteúdo é compartilhado pelo Programa Escolas do Bem, do Instituto Noa.

Leia também:

Cuidados com a saúde bucal infantil devem começar a partir do nascimento do bebê

Sete dicas para melhorar a saúde bucal das crianças

5 dicas para evitar problemas bucais na gestação

Anúncios

Uma resposta para “Afta em crianças: como tratar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s