Fast foods podem levar a doenças como obesidade, hipertensão e diabetes

Prático, rápido e saboroso. Não dá para negar a atração que o fast food desperta nas crianças. O problema é que todo o sabor e a facilidade oferecida por esse tipo de refeição caem por terra quando observamos a tabela nutricional desses alimentos: muita gordura, açúcar e calorias vazias, o que faz dele uma bomba para o organismo.

Uma pesquisa publicada recentemente na revista de artigos científicos Thorax mostrou que crianças que consomem fast food pelo menos três vezes por semana podem contrair asma ou eczema. Isso porque esse tipo de alimento contém altas doses de gordura trans, conhecida por afetar a imunidade.

Sem contar os problemas de obesidade. “Este tipo de alimentação é um grande vilão para a saúde de qualquer um, especialmente na adolescência. Além do sobrepeso, é possível desenvolver outras doenças metabólicas, como diabetes tipo 2, aumento do colesterol, hipertensão, problemas ortopédicos, resistência à insulina, só para exemplificar”, explica a nutricionista Lourença Dalcanale.

alimentação-fastfood.jpg

Fast food do bem

Fast = rápido; food = comida. Comida rápida não precisa necessariamente fazer mal pra saúde. Veja essas dicas para ter ingredientes saudáveis sempre à mão no dia a dia:

  1. Ao comprar verduras, lave todas as folhas, uma a uma. Deixe escorrer e guarde em um recipiente com tampa. Isso facilita o preparo das saladas.
  2. Rale cenoura e beterraba e mantenha em potinhos no congelador. Você pode incrementar seu molho de tomate com esses legumes sem ter muito trabalho.
  3. Em vez de comer na lanchonete mais famosa da cidade, leve seus filhos ao cinema, em um parque ou na casa dos amigos para brincar.
  4. Refrigerante? Passe longe! Sucos naturais são as melhores pedidas contra o excesso de açúcar e sódio dessas bebidas.

 

Fontes: Lourença Dalcanale, nutricionista.

Este conteúdo é compartilhado pelo Programa Escolas do Bem, do Instituto Noa.

 

Leia também:

Obesidade Infantil: Especialistas explicam como tratar a doença

Conheça a alimentação mais adequada para as crianças que praticam esportes

Saiba como enriquecer a comida das crianças sem dramas ou brigas à mesa

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s