Amamentação x atividade física: esclareça as dúvidas mais comuns das mamães

Muitas mamães querem recuperar a boa forma depois da gravidez mas ficam com o pé atrás na hora de fazer os exercícios físicos. Isso porque é muito comum ouvirem dizer que realizar a praticar de atividade física enquanto amamentam pode interferir na produção de leite.

Exercício físico e o leite

De acordo com o estudo de Cary Quinn publicado em 2001, o exercício e a amamentação são atividades compatíveis. O ato de se exercitar não demonstra nenhum efeito prejudicial durante a lactação e não afeta o volume do leite, crescimento, o desenvolvimento infantil ou a saúde materna.

O estudo mostra que as lactantes ativas tiveram melhora na aptidão cardiovascular e sensação de bem-estar. O importante é que as mamães executem os exercícios de forma correta e numa intensidade adequada, sem exageros.

Amamentação
(Foto: Freepik)

Quando começar?

Segundo a especialista em exercícios pós-parto e também mamãe, Gabriela Cangussú, as mulheres que se submeteram ao parto normal  podem retomar a rotina de exercícios começando de forma leve após um mês.

“Já para aquelas que passaram pelo procedimento de cesariana, normalmente, após 60 dias estarão prontas para voltar à ativa”, afirma Gabriela. A especialista também ressalta que antes de começar a suar a camisa, é preciso ter a liberação oficial do médico.

Melhor horário

O ideal é amamentar 30 minutos antes do treino ou 30 minutos após, pois há uma diminuição dos níveis de IgA no organismo, entre 10 a 30 minutos após o exercício. IgA, ou imunoglobulina A, é um anticorpo que protege o bebé contra vírus e bactérias.

Hidratação

Como no treino se perde muito líquido, é muito importante se hidratar bem, principalmente no dia em que se faz atividade física. “Os médicos recomendam que a lactante comum beba de 3 a 5 litros por dia. Portanto, se ela praticar exercícios regularmente é necessário um aumento de 20% dessa quantidade”, completa Gabriela.

Principais cuidados

“As mamães precisam escutar o corpo. Não é recomendável fazer nada que cause incômodo ou dor. O ideal é sempre treinar em uma intensidade suportável. Outro cuidado importante é se alimentar bem, pois o bebe recebe o que a mamãe come! Por último, é importante descansar, ter uma rotina tranquila”, finaliza Gabriela.

 

Fonte: Gabriela Cangussú, especialista em exercícios pós-parto.

 

Leia também:

Consumo de álcool durante a amamentação interfere na produção de leite

Entenda como a amamentação pode ajudar a saúde do coração das mamães

Conheça os tratamentos estéticos liberados para mulheres que estão amamentando 

 

Este conteúdo é compartilhado pelo Programa Escolas do Bem, do Instituto Noa.

Anúncios