Especialista dá dicas de como prevenir doenças típicas de inverno

Com a chegada do inverno, vem também as epidemias características desta estação. As pessoas tendem a ficar mais tempo em ambientes fechados o que favorece a transmissão de vírus e bactérias e, também, o tempo frio e seco tende a diminuir os mecanismos de defesas naturais do aparelho respiratório.

O pneumologista, Dr. Rodrigo Athanazio, dá dicas de como prevenir doenças como gripe, rinite, asma, sinusite e outras. Veja!

Evite locais sem ventilação

São nos locais abafados que doenças respiratórias infecciosas e alérgicas mais tendem a se manifestar. É importante que as pessoas com um sistema imunológico mais comprometido tenham ciência de evitar esse tipo de ambiente. Para quem tem doenças crônicas, idosos e crianças, todo cuidado é pouco. Nestes ambientes fechados existe um maior acúmulo de substâncias que podem desencadear crises alérgicas, além do maior risco de propagação de vírus e bactérias.

vacinacao
(Foto: Pixabay)

Deixe a carteirinha de vacinação em dia

De acordo com as secretarias municipais e estaduais de Saúde, a vacina da gripe teve uma baixa adesão esse ano e atingiu somente 66,2% do público-alvo até 13 de junho. Pouco mais de 10 dias antes da chegada do inverno.

É fundamental estar com a vacinação em dia. No caso da vacina da gripe, ela é aplicada anualmente e é gratuita para os grupos de risco. A vacina contra pneumonia também é indicada para pacientes com doenças respiratórias.

Mantenha ambientes de convívio limpos

Com o tempo seco, o acúmulo de sujeira e pó costuma se espalhar mais rapidamente. Para evitar doenças alérgicas, como rinite e sinusite, evite o mofo e os ácaros da poeira doméstica e do ambiente de trabalho. Pelos de cão e gato e poluição também podem contribuir para o aumento das crises alérgicas.

Mantenha hábitos de vida saudáveis

Um dos principais fatores para ter essas doenças durante o inverno é o comprometimento do sistema imunológico. No clima frio e seco é fundamental manter-se bem hidratado, alimentar-se de forma saudável e garantir uma boa qualidade do sono. Uma boa imunidade pode garantir quadros respiratórios mais leves e prevenir complicações como, por exemplo, pneumonias e sinusites bacterianas após um quadro viral de um resfriado.

O Dr Rodrigo Athanazio ainda lembra da importância de lavar as mãos para passar tranquilo por esta estação do ano. Mãos contaminadas são uma das principais vias de transmissão de vírus e bactérias, muitas vezes até mais importante do que a via inalatória através de tosse e espirros.

Desta forma, além de lavar as mãos, o uso frequente de álcool gel também pode ser uma boa estratégia preventiva, principalmente após usar transporte público ou frequentar ambientes com grande fluxo de pessoas.

Fonte: Dr. Rodrigo Athanazio, pneumologista do InCor – HC – FMUSP e membro da plataforma Doctoralia.

 

Leia também:

Cinco dicas para se proteger das alergias oculares de inverno

Inverno aumenta risco de meningites bacterianas em crianças

Tempo seco traz riscos à saúde da garganta

 

Este conteúdo é compartilhado pelo Programa Escolas do Bem, do Instituto Noa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s