Sucos nutritivos: tudo o que você precisa saber sobre

Encontrar uma criança que goste de frutas, verduras e legumes é uma missão quase impossível. Parece que os pequenos já nascem com uma espécie de chip que ordena uma repulsa automática.

 

suco
(Foto: Freepik)

Como são itens essenciais em um cardápio saudável, esses alimentos não podem faltar no prato do seu filho. Antes de armar um campo de batalha durante a refeição para obrigá-lo a comer, que tal mudar o foco do prato para o copo?

Acerte no preparo

Assim como a maioria das pessoas, você também deve viver contando os minutos para conseguir dar conta de todos os compromissos do dia. Numa dessa, pensando em economizar tempo, pode pensar: “vou preparar vários litros desse suco e deixar na geladeira para o consumo da semana”. Sinal vermelho para você!

A nutricionista Ângela Resta Cardoso explicar por quê: “A melhor maneira de aproveitar tudo que um suco oferece é batê-lo e tomá-lo logo em seguida, de preferência sem coar, para preservar as fibras. Se deixarmos pronto na geladeira, os nutrientes sofrem um processo de oxidação e perdem suas propriedades mais interessantes”.

 

As irresistíveis caixinhas

Outra armadilha é achar que os sucos de caixinha equivalem aos que são feitos na hora. Por mais gostosos e aparentemente saudáveis que possam ser, eles apresentam uma pequena concentração de polpa da fruta, o que diminui também a quantidade de nutrientes.

“Além de possuir muitos conservantes e corantes que, em excesso, não fazem bem. Mas se precisar optar entre o suco de caixinha e o refrigerante, principalmente na hora de montar a lancheira da criança, é melhor ficar com o suco, já que o refrigerante engorda e provoca cáries”, complementa Ângela.

Fica a dica!

1- Aquela fruta que passou um pouquinho do ponto merece uma segunda chance antes de ir direto para a lata do lixo. Experiente usá-la para incrementar um suco (e criar uma nova receita) ou mesmo batê-la só com leite.

2- Os sucos de frutas cítricas como laranja e limão são excelentes acompanhamentos para a hora do almoço ou do jantar. Isso porque são ricos em vitamina C, que dá a maior força para o organismo absorver o ferro presente em alimentos como feijão, carne vermelha e verduras escuras.

3- Procure não adoçar os sucos. As frutas por si só contam com um açúcar natural que não prejudica a saúde. Se não puder resistir a um docinho extra, opte pelo mel ou, em último caso, ao adoçante artificial (que economiza algumas calorias).

Fonte: Ângela Resta Cardoso é nutricionista, especializada em Nutrição Clínica e Suplementação Nutricional, atende na Clínica da Mulher, em Bauru, SP.

 

Leia também:

Conheça os benefícios da beterraba

Fast foods podem levar a doenças como obesidade, hipertensão e diabetes

10 alimentos que ajudam a criança a dormir bem

 

Este conteúdo é compartilhado pelo Programa Escolas do Bem, do Instituto Noa.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s